terça-feira, 31 de julho de 2012

Plano de corte e moldes finais




Após a escolha de tecido, aqui está o plano de corte e respectivos moldes finais. Já adivinham o que vai sair daqui...Não, também ainda não vou desvendar o mistério.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Crochet

Também comecei um outro projecto, mas este é para mim. Estou a fazer uma barra de crochet para aplicar numa toalha que pertencia a minha avó.
Esta é em linho e eu estraguei-a. Vamos ver como vai ficar, já adiantei um bom bocado...

Moldes

Já comecei a tirar moldes para o meu puzzle... Vão ter de esperar mais um pouco para descobrirem o que vai ser...



Depois coloco o risco do bordado, qualquer trabalho que estejam interessados em algum molde ou risco enviem-me uma mensagem..;)

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Babete com o saco

Fiz um saquinho que pode ser utilizado para guardar a babete ou para colocar a chucha, este eu adorei o resultado final.




quinta-feira, 26 de julho de 2012

Primeira babete

A terapeuta da minha boneca está pronta para ir para casa ter a sua bebé. Claro que a boneca tinha de pedir à mãe para fazer alguma coisa para ela oferecer, eles já nem pensam em comprar. Chegam à minha beira e perguntam o que vou fazer para oferecer...
Como precisava de ser um projecto rápido fiz esta babete, não ficou nada de especial, mas mesmo assim está querida.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Bordados

Quanto ao trabalho que estou a fazer no atelier, este é o puzzle...



Depois revelo o resultado final ;)

Linho

Deste passeio trouxe a planta de linho, mas não sabia muito bem o que fazer com ela.
Em conversa com a minha irmã, esta contou-me que tem uma amiga que sempre que viaja traz algo que lhe faça lembrar esse local e deposita tudo num frasco por camadas, pareceu-me uma ideia muito interessante.
Assim, a minha planta foi colocada num jarro a secar, sempre com o cuidado de apanhar as sementes que se soltam das cabeças (baganha).No fundo depositado encontra-se o linho ainda na fase de tomento, que é a parte mais grosseira, mas ainda assim era fiado e aproveitado para fazer sacos para uso agricola ou doméstico.

Quanto às sementes talvez as semeie...

terça-feira, 24 de julho de 2012

Final de viagem

Foi realmente um dia muito bem passado, bastante enriquecedor culturalmente e a comida era deliciosa. Mais algumas fotografias dos trabalhos realizados pelas senhoras que estão encarregues deste projecto.











Troca de ofertas, do atelier saiu um bouquet e ganhou um pano em linho artesanal com baínha aberta...



 E este era o ambiente no regresso, estas alunas têm mesmo alma de artistas :)





Olaria de louça de Molelos

Aqui fomos recebidas com muita simpatia e paciência. Ficamos a saber que o barro se encontra num filão na terra e que nesta região o tom do barro é cinza e não o vermelho que estamos acostumados a ver.
Mostraram-nos todo o procedimento que este leva até poder ser moldado, pois têm de ser bem lavado e separadas todas as impurezas.
Para realizarem este processo já não o fazem da maneira antiga que deveria de ser exaustiva, já têm máquinas.
Todas as peças são moldadas manualmente e o resultado final é extraordinário. São realmente uns artistas, que desejam que esta arte não se perca no tempo. Poi,s a realidade é que cada vez existem menos artesãos. Os que existem já são muito idosos e não tiveram quem quisesse continuar a sua arte, levando a que a olaria louça negra se vá extinguir em certas regiões.
O artesão também fez ver o quanto é complicado conseguir manter um negócio artesanal. É necessária uma enorme perseverança, muitas horas de trabalho sem retorno económico e fazer face a mercados estrangeiros  que aliciam ao consumismo devido a preços muito baixos.
Ele neste momento encontrava-se envolvido num projecto muito interessante de extrema beleza, desejo-lhes muito sucesso...






















Para descobrirem o segredo da louça preta o ideal é visitarem-nos ;)