segunda-feira, 23 de julho de 2012

Ciclo do linho


Esta era a nossa camioneta, igual a tantas outras não fosse o nosso cartaz ser uma homenagem a todas as bordadeiras que se encontravam a bordo. ;)
Vou tentar descrever o ciclo do linho, em Março é quando se semeia a linhaça (semente do linho). As sementes não devem ficar fundas, pois as plantas são arrancadas do solo.




Estas são arrancadas em Junho quando as cantarinhas estiverem maduras e depois de colhidas ripam-se num ripanço, das cantarinhas caiem as novas sementes de linhaça que se voltarão a semear.





Os molhos de linho são colocados no ribeiro, onde ficam até perderem a sua cor verde. Depois é retirado e bem lavado, coloca-se ao sol a secar para adquirirem um tom mais branco.
Em Agosto, sob um sol quente as mulheres maçam e espadanam o linho. 








Depois é necessário passá-lo no sedeiro, daqui obtemos três produtos, os tomentos que é um produto mais bruto do linho, a estopa, mais grossa e o linho o mais fino.


Segue-se a fiação com roca e fuso donde resultam as maçarocas. No sarilho fazem-se as meadas a partir das maçarocas.
As meadas são cozidas com cinza para branquear. Na dobadoira fazem-se novelos.













Sem comentários:

Enviar um comentário